Site acessível em libras
Tamanho das fontes
institucional

Histórico

 

Aos vinte e dois dias do mês de setembro de mil novecentos e setenta e três, nas dependências da Câmara Municipal de Vereadores da cidade de Getúlio Vargas, estavam presentes quarenta e quatro pessoas com o objetivo de fundar a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE) de Getúlio Vargas. Por indicação do plenário, assumiu a presidência dos trabalhos o Dr. Vicente Fontana Cardoso, ficando assim automaticamente fundada uma sociedade civil, de caráter assistencial, sem fins lucrativos e com projeto de Estatutos Sociais já definidos. Todas as atividades foram se desenvolvendo paulatinamente, e com iniciativa da professora Marlene Valli, no dia quatro de abril de mil novecentos e setenta e quatro, criava-se a Escola Especial, na época Escola de 1º Grau Incompleto para Educação Especial de Getúlio Vargas, hoje Escola de Educação Especial de Getúlio Vargas, com o objetivo de dar assistência médica, psicológica, social e psicopedagógica à Pessoa com Deficiência Intelectual e/ou Múltipla, proporcionando um desenvolvimento adequado a fim de inseri-lo na sociedade e  comunidade em que vive. O prédio onde passou a funcionar a Escola Especial era um antigo depósito de bebidas, doado pelo comércio e indústria local. Na época frequentavam a escola dezesseis alunos, trabalhavam três professoras e contavam com a colaboração de dois médicos. A demanda de alunos era cada vez maior e as instalações já se mostravam precárias, face ao crescimento atingido pela instituição e escola. E chegava o momento de uma maior conscientização: a construção de uma nova sede. As campanhas se intensificaram e atendendo ao apelo, a Congregação dos Irmãos Maristas doou uma área de 4.200 m2 e assim, com campanhas populares e verbas municipais e federais, construiu-se o novo prédio, que começou a funcionar em dezembro de mil novecentos e oitenta e dois e continua em plena atividade, com muitas melhorias, até hoje.

Missão

 

A Apae de Getúlio Vargas tem por MISSÃO promover e articular ações de defesa de direitos e prevenção, orientações, prestação de serviços, apoio à família, direcionadas à melhoria da qualidade de vida da pessoa com deficiência e à construção de uma sociedade justa e solidária.

Visão

 

Movimento de pais, amigos e pessoas com deficiência, de excelência e referência no país, na defesa de direitos e prestação de serviços.

54 3341 1973 - apaegv@hotmail.com
nas redes sociais